Notícias



Brasil tenta padronizar carregadores de celular mais uma vez


A Câmara dos Deputados analisa proposta que prevê a padronização de todos os carregadores de telefones celulares produzidos no País. O texto em tramitação é o Projeto de Lei 5758/13, da deputada Sueli Vidigal (PDT-ES), que modifica a Lei Geral de Telecomunicações (Lei 9.472/97).  Pela proposta, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) definirá um padrão único de interface para carregadores. 


A autora lembra que praticamente toda a população dispõe hoje de um telefone móvel para suas atividades de trabalho e de lazer. Para a deputada, contudo, a tecnologia das baterias não se desenvolve na mesma velocidade da propagação dos aparelhos. "A atividade de carregar um celular tem sido dificultada pelos fabricantes, uma vez que não existe padronização das interfaces dos carregadores."  


Para Sueli Vidigal, essa falta de padronização acaba por tornar os usuários reféns de uma determinada marca ou modelo de celular. "Argumentos de dificuldade comercial ou de padronização internacional não podem se impor frente à liberdade e ao bem estar dos usuários", acrescenta.  A parlamentar afirma que, com a padronização, o preço dos equipamentos acabará por diminuir, uma vez que os terminais terão interfaces produzidas em larga escala. Da mesma forma, ela acredita que o preço dos carregadores também diminuirá, já que os usuários poderão adquiri-los de qualquer fornecedor, incentivando uma "saudável concorrência".


Tramitação
Em caráter conclusivo, o projeto será analisado pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Fonte: Agência Câmara de Notícias
Padronização carregadores

Publicado em 13/01/2013


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação