Notícias



Comissão Europeia quer suspender taxa de CO2 na aviação até 2013


A Comissão Europeia (CE) propôs nesta segunda-feira (12) a suspensão da taxa europeia sobre as emissões de dióxido de carbono nas companhias aéreas até 2013, quando será realizada a próxima assembleia geral da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), para tentar alcançar um acordo em nível global.


A comissária europeia para o clima, Connie Hedegaard, disse ter proposto suspender a taxa porque "há sinais de que podemos alcançar um acordo em nível internacional". "Mas se as coisas não ficarem claras, se não se chegar a um acordo até esta data, retrocederemos ao ponto onde estávamos. Não haverá uma nova proposta", disse.


A legislação obriga as companhias que operam na União Europeia (UE), independentemente de sua nacionalidade, a pagar uma taxa por suas emissões de CO2. A Comissão Europeia prevê inclusive proibir o voo de companhias que não cumprirem com a norma europeia.

 


Índia e China se opõem à taxa de carbono da Europa, já que a classificam como um imposto comercial unilateral, disfarçado de medida para lutar contra a mudança climática.


A taxa de carbono obriga as companhias que voam em território da União Europeia a pagar pelo equivalente a 15% de suas emissões de dióxido de carbono, ou 32 milhões de toneladas de CO2. Com a nova medida, nenhuma companhia aérea deve ficar obrigada a pagar a taxa antes de 2013, mas a cobrança de 2012 deve servir para fazer o cálculo futuro.


A Comissão Europeia calcula que a taxa vai obrigar as companhias a acrescentar entre 4 e 24 euros no preço dos voos de longo percurso.

 



Fonte: G1
G1 aviacao co2 europa

Publicado em 12/11/2012


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação