Notícias



Indústria Química divulga ganhos ambientais da última década


A Abiquim, Associação Brasileira da Indústria Química, divulgou no dia 10 de abril, em São Paulo, indicadores de desempenho de meio ambiente, saúde e segurança para a última década. Os números mostram que, de 2004 a 2010, as empresas associadas - que respondem por 95% da produção no Brasil - ganharam eficiência nas questões ambientais.

O consumo de água caiu de 7,88m³/t para 6,05 m³/t produto, o que significa dizer que para a mesma quantidade de produção utiliza-se hoje 23% a menos de água. Ao mesmo tempo, a indústria aumentou a quantidade de efluente reciclado e reutilizado, de 29,9% para 31,3% do total produzido. Consequentemente, o efluente lançado caiu de 2,31m³/t para 1,62 m³/t de produto.

A utilização de combustíveis renováveis cresceu de 2,1 kg/t para 6,3 kg/t de produto e, como consequência, o uso de combustíveis não-renováveis caiu significativamente de 32,8 kg/t para 17,8 kg/t de produto.

A intensidade de emissão de dióxido de carbono originário de combustão de processos caiu de 378 kg/t para 251 kg/t de produto. A intensidade total de emissões de CO2 equivalente caiu de 411 kg/t para 290 kg/t de produto.

A geração de resíduos, que vinha apresentando melhora, foi afetada pela crise global de 2008. Entre 2004 e 2008, a geração de resíduos sólidos havia permanecido estável, entre 8,4 kg/t e 8,5 kg/t de produto. Mas, com a crise, algumas unidades produtivas tiveram paradas não-programadas, o que pontualmente aumentou os resíduos gerados, chegando a 9,8 kg/t de produto em 2010.

"As paradas não programadas resultam em rejeitos e resíduos que estão nas torres de destilação, de processo e nos reatores. Para fazer a limpeza e manutenção destas áreas, os resíduos tem que ser despejados, o que leva a um aumento da quantidade medida. A Abiquim acredita que esse indicador voltará a diminuir, porque agora as fábricas estão trabalhando sem grandes paradas programadas", explica Nícia Mourão, gerente de assuntos regulatórios da Abiquim.

Os dados são parte do Programa de Atuação Responsável, que celebra 20 anos em 2012.  Abiquim -A Associação Brasileira da Indústria Química - ABIQUIM - fundada em 1964 reúne as indústrias químicas de grande, médio e pequeno porte, bem como prestadores de serviços ao setor nas áreas de logística, transporte, gerenciamento de resíduos e atendimento a emergências. A entidade representa o setor nas negociações de acordos internacionais relacionados a produtos químicos. A ABIQUIM é responsável pela coordenação, em nível nacional, do Programa Atuação Responsável® e pela operação do Pró-Química®, além de administrar o CB 10 - Comitê Brasileiro de Normas Técnicas, da ABNT, para a área química.

Fonte: Revista Fator

http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=198956

Publicado em 11/04/2012


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação