Notícias



Brasil ampliará participação de energias renováveis na matriz energética


A ministra Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, disse nesta quinta-feira (17/11) que o Brasil deve ampliar a participação de energias renováveis, como a eólica, fotovoltaica e solar, na matriz energética. Em encontro com o governador do estado alemão de Baden-Wurttemberg, Winfried Kretschmann , em Brasília, ela destacou que o planeta precisa evoluir em torno da geração de energia renovável e segura e defendeu a ampliação da cooperação Brasil-Alemanha na área ambiental.

Na reunião, com representantes do governo alemão, foram discutidos pontos preliminares para uma pauta de cooperação bilateral na área de tecnologias ambientais. Baden- Wurttemberg é um dos estados da Alemanha mais desenvolvidos no setor tecnológico. A cooperação entre o Brasil e a Alemanha, segundo a ministra, contam com sólida experiência e tradição. "Estamos ampliando a magnitude dessa cooperação", avaliou Izabella.

Mudanças Climáticas, energias renováveis, biodiesel, etanol e Amazônia foram os assuntos abordados no encontro. A ministra apresentou ao governador os resultados do Programa de Ações de Prevenção e Combate do Desmatamento na Amazônia, o PPCDAm, que conseguiu uma redução de 74% da área desmatada, com relação a 2004, que mereceram elogios por parte do governador.

Para Kretschmann, o Brasil "é o parceiro apropriado", graças ao seu dinamismo na área ambiental e na economia. A ministra lembrou que o desenvolvimento requer a geração de energia de forma sustentável, salientando que a matriz energética brasileira é uma das mais limpas do mundo, com quase 80% da energia renovável. Para ela, é preciso reduzir os custos das energias limpas. "Temos que avançar em termos de geração de energias renováveis", salientou.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=ascom.noticiaMMA&idEstrutura=8&codigo=7091

Publicado em 17/11/2011


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação