Notícias



Estudo do Governo nos Estados Unidos encontra mercúrio em quase 300 riachos


Há mercúrio nas centenas de peixes apanhados em 291 riachos dos Estados Unidos. Um estudo feito pelo Governo norte-americano, mostra ainda que um quarto destes peixes apresenta uma quantidade de mercúrio acima do nível definido pela Agência de Protecção do Ambiente (APA) para o consumo humano.

Mais de dois terços excedem o nível de perigo da APA para os mamíferos que consomem peixes.

"Este estudo mostra o quão espalhado a poluição de mercúrio tornou-se, no ar, nas bacias hidrográficas, e em muitos dos peixes dos riachos de água doce", disse em declarações o secretário do Interior Ken Salazar.

O mercúrio entra maioritariamente no ambiente através da poluição feita pela indústria. As centrais de carvão, por exemplo, emitem para o ar partículas tóxicas que acabam por chegar à superfície durante as chuvas.

O estudo foi feito entre 1998 e 2005, os investigadores fizeram uma amostragem de cinco peixes por riacho. Como muitos outros poluentes, o mercúrio vai aumentando assim que a cadeia alimentar sobe. Um peixe no topo da cadeia, não só absorverá o mercúrio do ambiente como o mercúrio de todos os peixes que comeu. Neste caso, os investigadores focaram-se em espécies maiores que estão no topo da cadeia alimentar.

Barbara Scudder, uma das cientistas que fez parte deste estudo, aconselhou as pessoas para comer espécies que estão mais abaixo na cadeia trófica.

A APA disse este ano que quer pôr em prática novas regras, sob as leis contra a poluição dos Estados Unidos (Clean Air Act), para controlar os níveis de emissão de mercúrio das centrais de carvão.

Fonte: Última Hora data de publicação:20/08/09

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1397015&idCanal=2100


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação