Notícias



Ferramenta vai estimar emissões de gases de efeito estufa em empresas


O Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV (GVces), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, World Resources Institute - WRI, World Business Council for Sustainable Development - WBCSD e Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável - CEBDS, lançou no dia 12 de maio de 2008, o Programa Brasileiro de Inventário Corporativo de Gases de Efeito Estufa, com a metodologia do Greenhouse Gas Protocol.

O Programa Brasileiro 'GHG Protocol' tem como principal objetivo desenvolver a capacidade técnica e institucional para auxiliar o gerenciamento das emissões de gases de efeito estufa através da disseminação de metodologia de inventário dessas emissões e publicação dos dados correspondentes, bem como treinamento de empresas e organizações para sua utilização.

As empresas e instituições que aderirem ao Programa receberão apoio - metodologia e ferramentas customizadas - para desenvolver inventários de emissão e para elaborar relatórios. "O objetivo é criar no Brasil a cultura do inventário de emissões de GEE entre as empresas", afirma Rachel Biderman, coordenadora-adjunta e responsável pelo programa de Mudanças Climáticas do GVces.

O GHG Protocol já é usado por algumas empresas nacionais, como Natura, Petrobras, Bradesco e Votorantim, e faz parte de programas semelhantes em outros países, como na Índia, China, México e Filipinas, em iniciativa realizada pelo WRI - World Resources Institute.

De acordo com Manish Bapna, Diretor do WRI, em Washington, D.C. : "Esse programa permitirá que o governo e as empresas construam as bases para a promoção da gestão dos gases de efeito estufa. Não é possível gerenciar, sem antes medir". 

De acordo com a coordenadora da Câmara Técnica de Mudanças do Clima do CEBDS, Marina Grossi, as grandes empresas brasileiras reconhecem as oportunidades de uma economia de baixo carbono e sabem que, para aproveitá-las, é preciso inovação e governança.

"Mas para isso é fundamental conhecer em detalhes a própria pegada quanto às emissões de gases de efeito estufa (GEE)",  afirma Marina Grossi, explicando que o GHG Protocol é a ferramenta internacional mais usada por empresas para compreender, quantificar e administrar as emissões.

Fonte: O Dia OnLine em 9/5/2008


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação