Notícias



Logística reversa de equipamentos eletroeletrônicos ganha apoio dos Correios


Com o objetivo de aprimorar a cadeia de logística reversa de equipamentos de pós-consumo de eletroeletrônicos e eletrodomésticos que sejam inservíveis ao consumidor, os Correios assinaram na última semana protocolo de intenções com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (ABREE).


A iniciativa formaliza a cooperação técnica entre as instituições para constituição de uma equipe interdisciplinar que será responsável por desenvolver estudos, levantamentos, custos e o planejamento de ações para a realização da logística reversa desses equipamentos. O resultado será um estudo completo que levará os Correios, maior operador logístico do Brasil, e a ABREE, que detêm experiência na coleta e destinação de resíduos eletroeletrônicos e eletrodomésticos, a decisões de atuação neste mercado.


Política Pública - Em agosto de 2010, o Governo Federal sancionou a Lei Nº 12.305, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). De acordo com o Art. 33º dessa Lei: fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes "são obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos".



Fonte: Correios
Logística reversa de REEE

Publicado em 22/03/2016.


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação